quarta-feira, 13 de junho de 2007

Parabéns

Poema Hindu
Tu te converterás minha para sempre.
Sim, nós nos converteremos sócios.
Eu serei teu.
A partir de agora, eu não posso viver sem ti.
No vivas sem mim.
Partilhemos as alegrias.
Nós somos signo e significado, unidos.
Tu és o pensamento e eu o som.

4 comentários:

Fines Coronat Opus disse...

O novo fime de Manoel de Oliveira:

Os cavalos tanbém se abatem ou o ovo cozido jamais será vencido.

Anónimo disse...

O Folgado não dá Folgas!

Anónimo disse...

Com o método Tampinha
tenha uma boda baratinha!

E vão três...

enquanto o pau vai e vem folgam as costas disse...

O Folgado é a folga personificada!