quinta-feira, 31 de julho de 2008

terça-feira, 29 de julho de 2008

sexta-feira, 25 de julho de 2008

¿Por qué no vamos a la playa?

Um, o da esquerda, pode ser um protoditador mas foi eleito democraticamente, o outro, o da direita, pode ser um democrata mas foi "coroado" por um ditador.

As Asas do Desejo ou Ich bin ein Berliner parte II

Como o Mundo seria diferente se ao invés de serem os americanos a elegerem o seu Presidente deixassem essa tarefa nas mãos dos europeus.

terça-feira, 22 de julho de 2008

reflexões 3

Ceira

A Escola E.B 2/3 perdeu cerca de 30 alunos para o Instituto de Almalaguês, que é uma escola privada, mas fortemente apoiada por dinheiro público.
Motivo; falta de transportes.
Será que é muito difícil perceber que existe uma enormíssima diferença entre transporte público e transporte escolar? Caramba!

Associação Existências

O Dr. Paulo Anjos afirmou, que o consumo de cocaína aumentou. Ontem efectuou-se uma corrida contra a droga. Se tiver o mesmo efeito que teve a corrida pelo Euro 2008 efectuada em Coimbra, estamos conversados!
Mas já agora; a não ser aos próprios e à família, a erradicação da droga interessa a alguém?

Pedro Passos Coelho

“ Na política portuguesa tem de acabar a situação dos poderes públicos darem emprego aos amigos em vez de optarem pelas qualidades técnicas daqueles que escolhem para os cargos”.
Parece-me que é boa pessoa…mas era assim que queria ganhar eleições? Pelo menos cá pelo burgo, seria difícil!

Alcoólicos

País de sorte. 800.000 bebedolas em tratamento em instituições privadas e mais 1,2 milhões a caminho.
E que tal um imposto sobre a cervejola, o tintol e outras “coisas”, que tol? Ou que tal?
E que tal, ainda, “mamar nos peitos da cabritinha”?

Vaticano

É notícia que Portugal vai perder o seu único Bispo no Vaticano por limite de idade. Não me parece justo nem possível tal é a contribuição do nosso País.
Será que não haverá nenhum clérigo que o possa substituir? Claro que há.

Lá por Lisboa

Minorias étnicas (ficaria mal dizer, ciganos e negros) desataram à latada. Uns e outros, na sua grande maioria vivem do rendimento social de inserção. Uma “coisa” boa para quem precisa, mas má, mesmo muito má, para quem faz da “moinice” a sua principal actividade.
Lá como cá, a cidade está badalhoca. E que tal justificarem o caroço que recebem e começar a fazer alguma coisita? Poderia ser que se esquecessem de outras actividades.
Tem a palavra o governo e a autarquia.


I.U.R.D.

Esta “coisa” alugou um cinema em Coimbra.
Como não valorizamos os espaços que temos, acontece disto.
Pelo menos temos a vantagem de ficar mais perto dos milagres! Pode ser que me toque algum a mim!


Marinho Pinto

É duro a dizer as coisas, concordo. Poderá até ser menos polido do que alguns gostariam, aceito.
Mas não será verdade o que ele diz?
Ou a única coisa de que o acusam é de também ter dado formação? E o resto não interessa? Olhem que ao POVO interessa!

Campos sintéticos

Pode-se sempre questionar a comparticipação da autarquia, no valor de 2 milhões e 330 mil euros para a aquisição de relva sintética. No entanto, se se demonstrar que tal será prioritário para o desenvolvimento do futebol no concelho já cá não está quem falou A empresa garante que o material “aguenta” no mínimo os 10 anos de pagamento, faz a manutenção e repõe algo que esteja mal ou menos bom?
O que se questiona é a forma, o modo, a legalidade e a ética processual.
De resto, “siga a marinha”!

Crianças a pedir esmola

Enquanto o Pai “anda de costa direita”, duas crianças vão vendendo o “Amigo do Povo”! É uma vergonha para Coimbra e envergonha-nos a todos nós.
É preciso pôr cobro a isto.
De quem será responsabilidade se isto continuar depois de eu denunciar?

Apito Dourado

Ninguém foi parar à gaiola.
Está a caminho uma Delegação Italiana para tirar notas.

Montanhas de betão

Encosta do Chão do Bispo, Jardins do Mondego, empreendimento do Areeiro, Quinta de S. Jerónimo e zona industrial de Eiras, entre outros, são erros clamorosos que iremos pagar muito caro.
E queremos nós que as nossas crianças deixem o computador e saiam de casa. Como, e o que vão fazer, querem explicar-me?









domingo, 20 de julho de 2008

De Guimarães ao Chão da Lagoa

Eu gostava de olhar para ti,
E dizer-te que és uma luz,
Que me acende a noite, me guia de dia e seduz.

Eu gostava de ser como tu,
Não ter asas e poder voar,
Ter o céu como fundo, ir ao fim do mundo e voltar.

Eu não sei o que me aconteceu.
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém,
Como tu.

Eu gostava que olhasses para mim,
E sentisses que sou o teu mar,
Mergulhasses sem medo, um olhar em segredo, só para eu
Te abraçar.

Eu não sei o que me aconteceu,
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém
Como tu.

O primeiro impulso é sempre mais justo, é mais verdadeiro.
E o primeiro susto dá voltas e voltas na volta redonda de um beijo profundo.

Eu...
Eu não sei o que me aconteceu.
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém,
Como tu...
Eu...
Não sei o que me aconteceu,
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém,
Como tu...
Como tu.

Duo Sovaco & Mateus

sábado, 19 de julho de 2008

A Sustentável Leveza do Ser

À atenção do Dr. Ted Tampinha

O dia 13 de Junho de 1982 ficará, para sempre, marcado como um dos mais tristes para o futebol português. Defrontam-se Guarda e Académico de Coimbra (CAC), em jogo de repetição da Zona Centro da 1ª divisão. A violência anda à solta durante horas. Um título do jornal "A Bola" do dia seguinte diz tudo "Ambiente de guerra em Celorico da Beira".

O CAC solicitara que a repetição do encontro Guarda-Académico tivesse lugar em Seia, tendo em conta as condições do campo de Celorico. Não apenas em matéria de segurança, como de dimensão. O recinto pelado, não tinha uma única bancada, pelo que os assentos disponíveis eram os ramos das árvores e o muro de separação da estrada. O árbitro Manuel Vicente passara os instantes que antecederam o primeiro jogo de fita métrica na mão, procurando aquilatar se as marcações do terreno correspondiam às medidas exigidas.

A Federação manteve-se surda à solicitação académica e o ambiente em redor do encontro tornou-se infernal. Em causa, não estavam só as pretensões do CAC em regressar à 1ª divisão. Pretensões que chocavam com as do Alcobaça, o que explicará que em Celorico se vissem bandeiras alcobacenses e simpatizantes do clube a apoiarem a Desportiva da Guarda.

Entre os adeptos desta vivia-se, por sua vez, um enorme sentimento de revolta pelos dois pontos que se sabia estarem na iminência de serem ganhos na "secretaria" pelo Sporting da Covilhã, que rivalizava com os egitanienses na luta pela fuga à despromoção. Dois pontos esses que os "verde-brancos" da serra da Estrela tinham perdido no campo da Oliveirense, em jogo onde esta fizeram alinhar um atleta que se encontrava castigado pela Federação. E sem os quais era o Covilhã, e não a Guarda, a descer de divisão.

Foi neste contexto que o CAC passou os dias que antecederam o encontro estagiando em local mantido secreto. Na manhã de 13 de Junho, partiram de Coimbra 30 autocarros e centenas de automóveis cheios de adeptos, mobilizados por panfletos profusamente distribuídos pela cidade. E a GNR destacou, para o campo e arredores, cerca de 300 agentes, muitos dos quais acompanhados de cães-polícia.

Revelaram-se impotentes para controlar a situação. À medida que os simpatizantes do CAC iam entrando no campo, eram recebidos com pedradas oriundas das árvores circundantes. E o mesmo aconteceu, mal os primeiros jogadores do Académico entraram no terreno de jogo, para o aquecimento. Aos 3 minutos, o árbitro Marques Pires, de Setúbal, tem de interromper a partida pela primeira vez, tal a imensidão de objectos que cai sobre o pelado. E a violência aumenta ainda mais quando, aos nove minutos, Aquiles coloca o CAC em vantagem. Os atletas do Académico evitam aproximar-se das linhas laterais. Os que têm de efectuar os lançamentos com a mão são constantemente "bombardeados" da assistência por arames dobrados, disparados por fisgas. Não é tudo. Aos 24 minutos, Eldon faz o 2-0 e os egitanienses contestam a legalidade do golo. Pouco depois, o juiz expulsa dois jogadores do Guarda, a acrescentar a um primeiro - por sinal um suplente - que já mandara recolher mais cedo aos balneários. E mostra alguns cartões amarelos a outros atletas que dão evidentes sinais de nervosismo.

É quanto basta para que o campo seja invadido, levando a nova interrupção, que agora se prolonga por 18 minutos. Os relatores da RDP Braga da Cruz e António Alberto, de cujas mãos chega a ser arrancado um microfone, suspendem a emissão, por considerarem não ter condições para prosseguir o seu trabalho.

Aos nove minutos da segunda parte, Camegim marca o 3-0 e arruma a questão. Mal o cronómetro regista os 90 minutos regulamentares, Marques Pires apita e corre para as cabinas. É apoiado por Gaspar, guarda-redes do Académico, que lhe grita: "Vamos embora, vamos embora, que eles matam-nos aqui!". Mas os incidentes continuam durante muito mais tempo. O treinador Mário Wilson é a vítima maior: desde cuspidelas a pontas de cigarro acesas, tudo lhe caiu em cima. Pelo menos uma dezena de pessoas teve de receber assistência hospitalar. O autocarro com a equipa do CAC só chegou a Coimbra, onde foi recebido em apoteose, cerca de sete horas após o termo da partida. Os conimbricenses estavam convencidos de que se consumara o regresso à 1ª divisão.

"Ambiente de guerra em Celorico da Beira", escrever-se-ia no dia seguinte em "A Bola". Enquanto os jornalistas Francisco Rosa e José Carlos Freitas garantiam, na "Gazeta dos Desportos", que "os jogadores do Académico não contribuíram absolutamente nada para tal espectáculo, mostrando-se sempre interessados em jogar à bola e só isso". Isto após terem descrito assim o cenário de Celorico: "O que estava em disputa não parecia um jogo, era uma guerra; quem estava do outro lado não pareciam jogadores adversários, eram inimigos a abater; o que estava em questão não parecia ser a verdade desportiva, mas a desforra primária, a agressão simples".

Retirado de ACADÉMICA HISTÓRIA DO FUTEBOL, de João Santana e João Mesquita.
PS: Eu estive lá e sobrevivi, mas com graves sequelas psicológicas. Ainda, um dia, os egitanienses vão ter que me pagar com juros isso tudo.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Mais um...

Cristiano, jovem promesa dos escalões de formação da Académica, com guia de marcha.
Esta direcção, tal como a anterior (encabeçada pelo mesmo Presidente), continua com a política de mandar embora a custo zero os atletas formados no clube.
Deixo aqui uma questão, será mais rentável todos os anos irmos buscar dezenas de atletas desconhecidos, e muitos (quase todos) de valor, no mínimo, discutível do que aproveitar os activos formados na casa?
Provavelmente sim, resta saber para quem.
É por situações destas que eu digo e reafirmo, enquanto esta Direcção estiver em funções eu não tornarei a ir ao estádio. Continuarei, sim, a pagar as quotas porque a Académica é muito mais do que estes senhores e será muito mais ainda, e, também, porque quero manter o meu número de associado e estar presente nas próximas eleições para uma vez mais votar contra estes elementos.

Hamilton na Ferrari?

Ontem em Hockenheim Anthony Hamilton, pai e representante do Lewis Hamilton, e Stefano Domenicale, Director Geral da Ferrari, encontraram-se por breves instantes. Segundo a imprensa inglesa foi para preparar a ida do piloto britânico para a Scuderia.

Tudo aqui:

sábado, 12 de julho de 2008

Perucas?

http://perucastatebitate.blogspot.com/



Blog inspirado num querido amigo nosso que adora festas e, diz que, comenta-se, poderia usar com sucesso os ditos adornos. Para além de estar algo necessitado, estes chinós são bem coloridos, combinam bem com certas gravatas e certos coletes.

Bem esgalhado o marketing deste arrojado projecto.

A Velha, a Negra, a Briosa

Do Blog do Mário José de Castro:

A AAC-SF vai a partir da próxima semana pôr à disposição de todos os que estiverem interessados, o Cartão de Amigo da Secção, que tem como objectivo angariar ajudas para a nova época que se aproxima.
O preço do mesmo é o que os "Amigos da Secção" quiserem dar, sendo o valor mínimo 50€.
Terão acesso gratuito a todos os 16 jogos que a Académica disputar no nosso Estádio, que em princípio será o Sta. Cruz.
A novidade do cartão é o facto de se retomar o antigo modelo. Em cartão e a poder-se abrir.
Colaborem.
Vou voltar à bola. Já tenho Académica para ir ver jogar. E logo no mítico e velhinho - mas renovado - Campo de Santa Cruz.
Fica logo abaixo do tasco, por isso façam o favor de se deslocar lá, vamos todos apoiar a verdadeira Briosa.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Sem palavras

Hélder Barbosa assina pelo Trofense.

"O Trofense fascinou-me pelo empenho das pessoas. Todos os dias me ligavam a mostrar a realidade do clube. A Académica desleixou-se, não foi nem um pouco persistente. Acharam que já estava tudo certo"
Hélder Barbosa dixit.

Papelaço

Ó filho, só não levas a cotação máxima porque não dissertaste sobre o higiénico.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

MESTRE Teotónio Lima

Parte de entrevista de Mestre Teotónio Lima

Façam o favor de ler, reler e se precisarem, de ler e reler de novo.

Não é um favor que me fazem a mim...mas a vós próprios!


O que mudou no jogo em Portugal no último meio século?

Houve algumas mudanças, mas estas verificaram-se apenas nos aspectos tácticos. Já no trabalho de formação dos jogadores jovens, não mudou nada, está igual ao que era antes. Dever-se-ia ensinar os jovens correctamente, ensiná-los a fazer as coisas bem feitas e ensiná-los a querer ser melhor cada dia, coisa que não se faz em Portugal. Por cá, os treinadores não estimulam os jogadores a ser melhores.

Em relação aos treinadores actuais. O que pensa sobre o trabalho dos treinadores de hoje em dia?

A maior parte dos treinadores actuais dominam a forma de jogar, a componente táctica do jogo mas não dominam os fundamentos deste e não têm a persistência necessária para os ensinar e fazer crer aos seus jogadores, principalmente aos jovens, a importância que esses fundamentos têm, o que nos leva a ter jogadores seniores maus executantes. Tal poderia ser resolvido por uma maior exigência e persistência por parte do treinador que ensina o jogo.Só houve um período do basquetebol Português em que os treinadores Portugueses trabalharam bem, porque se uniram todos num colectivo para trabalhar, o colectivo da Associação Nacional de Treinadores de Basquetebol (décadas de 70 e 80). Hoje em dia, não funciona assim, os treinadores só se preocupam consigo, com o seu trabalho e com a resolução do seu problema. Não são unidos.


http://www.planetabasket.pt/dev/index.php?option=com_content&task=view&id=469&Itemid=420

TUDO a meter água

O Tribunal de Contas diz que Coimbra deve mais de 7 milhões de euros às àguas do Mondego.

Corre o risco de acumular dívidas de 800 mil euros mês.

A empresa Águas de Coimbra acaba de contrair um empréstimo de 11 milhões de euros para pagar a emprenteiros e fornecedorse.

A pergunta sacramental fazia eu ao já falecido mas muito querido e saudoso amigo Eng. Augusto Correia quando era treinador PRESIDENTE do Olivais:

Então Sr. Engº., tudo a rolar?

Com as rodas quadradas, com as rodas quadradas, amigo Santarino.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Tony Morales na Ferrari

Reflexões 2

No Diário As Beiras, quando o dia é Terça-Feira; de duas em duas semanas!

FAUSTO CORREIA


O amigo foi homenageadoAlgo que ele desejava, mais tarde ou mais cedo terá de ser cumpridoO “nosso” muito querido António Pinto dos Santos – PINTANAS – irá ter o seu nome perpetuado em Coimbra.

Aviso à navegação

Fui confrontado com uma ameaça velada.Tentaram intimidar-me.Nada disso resultaCoimbra tem uma história de defesa da liberdade e de responsabilidade.

Tribunal de Contas

Para quem dizia que o Dr. Guilherme de Oliveira Martins era um “boy” aqui está a demonstração do que é trabalhar para o bem público. Poupou 200 milhões de euros às contas do Estado. Essa história dos “boys” foi uma invenção para dar poder aos independentes e outros ASPONES!

Instituto Politécnico de Coimbra

Na ciência e no desporto cada vez marca mais pontos.
O ISEC venceu o POLIEMPREENDE 2008
Bruno Costa, estudante de Comunicação Social da Escola Superior de Educação é o novo presidente da Secção de Basquetebol da Associação Académica de Coimbra.
A equipa feminina da Escola Superior Agrária de Coimbra venceu um torneio internacional em Espanha.
O Professor Torres Farinha e a sua equipa estão de parabéns.

Metro Mondego

Carruagens para a linha da Lousã já em concurso.
Linhas em Coimbra a caminho
E que tal a cidade assumir-se como futura capital da região e reivindicar um estudo “a sério” sobre a mobilidade entre Coimbra e outros concelhos?
É uma boa ideia, não é? Ora diga lá que não!

Penitenciária

Não sei se o Magnífico Reitor da Universidade de Coimbra, tem ou não de se pronunciar sobre o futuro da Penitenciária.
mim, acho que tem.
Eu estou de acordo com o Professor Carlos Fiolhais.
Seria de muito mau gosto “escangalhar” aquela zona da cidade.
Conhecimento sim; mais betão, claro que não!

Robert Mugabe

O Presidente do Gabão, seja lá quem for o senhor, diz acerca do “titulado”: “foram feitas eleições e penso que ele ganhou”!
Diz ainda: “os africanos são capazes de decidir por si próprios”.
Claro; percebe-se, vê-se à vista desarmada!

Desarranjos e Arranjos

Não há muito tempo estive num país africano de expressão portuguesa.
Fiquei espantado com o que vi.
Estradas cheias de buracos, passeios escalavrados, sujidade por tudo o que era canto e sítio.
Um horror.
Perguntei a um residente se os responsáveis não teriam vergonha de apresentar aquela capital a um visitante estrangeiro.
Ele disse-me: eu teria!
Não é que passado uns tempos os responsáveis mudaram mesmo e a capital, dizem-me, está muito melhor?

Associação Académica de Coimbra.oaf

Espero, todos esperamos, agora que começou uma nova época, que não se ande até Maio com o credo na boca.

Pilar del Rio

Para quem anda distraído, é a mulher que partilha o exílio com José Saramago.
Citações:
“Não, foi o Governo de Cavaco Silva! Dê outra razão”… (acerca da ida do escritor para Espanha).

“Claro, eu consigo porque tenho muitíssimos anos de trabalho e porque sei que no final acabam sempre por dizer “são coisas da Pilar”. Tratam de reduzir-me a uma anedota mais ou menos simpática, mas sei que sou a cereja sobre o bolo” (resposta a: consegue ser livre no programa de rádio?)

Tanto faz que goste ou não, mas é a pessoa que está a pôr água e luz nas casas onde não havia, faz escolas e preocupa-se com a saúde.
Está a dividir a riqueza, num País onde só se dividia a pobreza. (acerca de Hugo Chavez).

“Os inteligentes adoram encontrar personagens com opinião própria, os ignorantes é que não”!

SEDES

Toda a gente sabe o que é a SEDES.

Mas também ninguém duvida do combustível que agora usa; ódio!

Porque o Governo tratou de despachar em grande velocidade um sujeito que se queria substituir ao Primeiro Ministro.

Está com dor...talvez...de cotovelo. Ou será outra?

E que tal se não se esquecerem de "tomar as gotas" três vezes ao dia?

Os portugueses agradecem.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Cagança Briosa

Este ano até os bebemos...

para os meus amigos...mais encarnados!



MUITO BOM...NÂO PERDER!
Ora bem.Ou ora mal. eheheh.P'raqueles que dizem que sou lixado, mando-vos a prova de que há bem pior.Por exemplo, o gajo que legendou este extrato de filme.Que extraórdinaria inventiva hardcord.É preciso ser mesmo anti-lampião. eheheh. Bem, as legendas não correspondem integralmente ao que é dito.Mas... como se sabe, o tradutor tb deve ter uma margem para a criatividade. eheheh. De um filme do grande safardana, aqui candidato a futuro presidente do benfica e já preocupado com o que o espera. eheheh.Maquiavélico. eheheh. Bem à portista. eheheh. Finjam que não fui eu a mandar-vos isto. Está combinado? Aos benfiquistas: não vejam. É melhor para o vosso equilibrio emocional. Os que tiverem que ver, vejam, antes que seja apagado! É que os benfiquistas já começaram a reagir com comentários à moda deles e a coisa está transformada num forum à altura de portistas e benfiquistas...e sportinguistas também!

domingo, 6 de julho de 2008

Estou contigo, Bing Laden


Eu por mim trocava o Colega da Guarda - que até é um tipo porreiro - pelo gajo de Gregoriações.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Ex-Gallina contratado - 3º Reforço

O jogador brasileiro Luiz Nunes, ex-Juventude de Caxias, é o terceiro reforço da Académica e vai preencher a vaga deixada em aberto com a saída do defesa-central Kaká para o Hertha de Berlim.

O defesa-central, de 27 anos, vai assinar por dois anos.

O jogador passou anteriormente pelos uruguaios do Peñarol, argentinos do River Plate, tendo sido campeão em ambos os países.

Luís Santarino ganha prémio municipal

Vejam tudo aqui.

Dr. José Buzinas ganha prémio internacional

Vejam tudo aqui.