domingo, 29 de junho de 2008

2º Reforço

Carlos Aguiar, é o novo reforço da Académica. O jogador, de 29 anos, é irmão de Luis Aguiar, que na época passada representou a Briosa.
Carlos joga como número 10, tal como o irmão mais novo, e actuou em 14 partidas pelo Liverpool de Montevideu na última época, tendo apontado três golos.
Antes disso, passou por outros clubes do Uruguai e jogou também na Argentina (Tiro Federal).

1º Reforço

Modou Sougou, senegalês que representou o U. Leiria na última época, assinou contrato com a Académica, tornando-se, assim, o primeiro reforço a ser oficialmente anunciado.
O acordo com o avançado (24 anos, 1,78m e 68 kg) é válido para as próximas três temporadas. Sougou reencontra, desta forma, o treinador Domingos Paciência, com o qual trabalhou no clube leiriense.
Na última temporada, o internacional senegalês efectuou 23 jogos pelo U. Leiria, num total de 1790 minutos.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Tony Morales

A pose de matador e o jet-bronzeado facial deixam já antever o período que se avizinha.
Força Tony, bai-te a elas que nem um leão.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

terça-feira, 24 de junho de 2008

África Minha

"O P.S. é o Mugabe da Europa",
Bocassa da Madeira dixit.

Mosquitos por cordas

Depois de Rocky Gosma e Luís Felipe Scolari eis que cintila no firmamento pugilístico nacional uma nova estrela: Tony Morales.

O hercúleo atleta depois de portentosa exibição no fim de semana passado prepara-se para rumar a terras de Vera Cruz afim de experimentar a díficil arte de combate Vale Tudo.

domingo, 22 de junho de 2008

Justiça poética

A carreira do teimoso Scolari à frente da selecção portuguesa terminou mais cedo graças ao seu afilhado.
O brasileiro nunca quis abdicar do suplente do Bétis, e o pior nº 1 que me recordo da selecção, e o terceiro golo dos germânicos acabou por ser uma metáfora da passagem, por Portugal, de Luís Felipe Scolari.

O "nosso" Zé Buzinas é d'oiro

Galardão de ouro para Antigos Orfeonistas

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Tesourinhos deprimentes IX


"Zé, vais ter que ir a pé para casa..."
Dr. Joe Claxon

Tesourinhos deprimentes VIII



"Esta noite a Joana é minha"
Dr. Fernando Sovaco

Temos, novamente, Partido Socialista?

Confesso que ando preocupado com a treta do liberal PS da Rosa, do Vangelis e demais quejandos. Eu sempre votei no Partido Socialista, o da mão esquerda cerrada, o da Internacional, o de Soares, Alegre, Zenha, Arnaut e tantos mais camaradas que combateram pela liberdade e construiram um País.
Mas todo este passado não tem chegado para eu divergir ideologicamente do PS actual, tenho vindo a afastar-me dia após dia da linha de rumo que o Partido Socialista tem seguido, desta deriva liberal pura e dura.
No entanto, nos últimos dias chegaram dois importantes sinais, do Largo do Rato, de que afinal, ainda, existe Partido Socialista, ou pelo menos desejo acreditar nisso.
Ontem, os deputados do partido Socialista no Parlamento Europeu votaram contra a nova lei da imigração, aquela que os liberais e conservadores fizeram votar favoravelmente e é um verdadeiro atentado aos direitos humanos.
No dia anterior, foi pedida, no Parlamento Português, a presença do Presidente da ERSE para que explique aos deputados as "revoltantes" propostas que preconizou contra os cidadãos e a favor das grandes empresas.
Espero que seja um sinal de mudança.

ESTES GAJOS ANDAM DISTRAÍDOS...OU SÃO MESMO BURROS?

Esta a minha dúvida.
Mas será mesmo que é uma dúvida?
Ou não será mesmo uma certeza...que não andam distraídos!
Dei uma volta, desde há pouco, pela melhor música portuguesa. Recordei Amália, Marceneiro, Carlos Ramos e mais recentemente Carlos do Carmo.
Outra volta, e encontrei, aqui mais perto, António Portugal, Artur e Carlos Paredes, Zeca Afonso, Fernando Rolim, Luis Gois, Fernando Machado Soares.
Não foi preciso descobrir nada...para perceber que estão entre nós, os mais jovens e brilhantes intérpretes da música de Coimbra e de Lisboa, que poderiam levar a nossa "marca" por essa europa fora.
Em vez disso levaram uns dois ou três basbaques que exploram até ao tutano os mais puros sentimentos do Povo Português...este e os que foram procurar melhor vida.
Mas a culpa é do gajo de Aveiro? Do gajo dos ovos moles e do bacalhau a pataco?
Claro que não...a culpa não é dos pobres de espírito e dos incultos.
A culpa é de quem manda.
Porque a tropa fandanga que anda por terras do império austro húngaro, veste de verde, vermelho e amarelo.
Ai Laurentino, Ai Sócrates, Ai Presidente da República.
Será que também só perceberam o futebol como um mero exercício visual de bola na rede?
Pois...parece que sim!
De outro modo, os nossos embaixadores culturais seriam outros e não os que por lá andam!
Que pena!

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Gardel (en)cantando Genebra

Foto retirada do vizinho TRIBUNAL DO RITZ
O nosso querido Gardel, como amante do bom viver que é, mesmo em Genebra não larga a garrafa da qual ele foi pioneiro nas noites da cidade de Coimbra.
Para quem não sabe ou não se recorda, lembramos aqui que foi Gardel, com uma visão verdadeiramente revolucionária, que introduziu, com o sucesso que hoje é patente, a velha -e na altura quase acabada- MINI nas noites Coimbrãs.
Que saudades do velho Rugby...

La Fenice

Apesar de Donadoni e com o dramatismo habitual dos primeiros actos, a Campeã do Mundo lá segue em frente, e em crescendo. No segundo acto terá que enfrentar Touros & Toureiros.


Nuestros Hermanos, com a "humildade" habitual, já clamam por vingança e mostram a foto de um ensaguentado Luís Enrique. Eles que há 88 anos que, em jogos oficiais, não ganham à Itália.

São, realmente, os maiores do reino deles...

Campeões


PGR

Cada vez que um ilustre desconhecido aparece num lugar de destaque, desdobra-se em declarações até que alguém, algum incauto, lhe dê ouvidos.
Ontem, perante os Deputados da República, ou da Nação para os monárquicos, afirmou para quem quis ouvir que, se não fosse ele, e o que disse, a violência nas escolas era um caso em progressão geométrica.
Que pena continuar este País a ter pessoas destas em lugar de destaque!
Quando o Senhor Procurador Geral da República chegou ao "seu poder", já muitos outros profissionais estavam no terreno a trabalhar. Já muitas Associações de Pais se desdobravam em trabalho, já muitos Conselhos Executivos tomavam providências:
O "dá-me o telemóvel já", numa escola da Cidade do Porto, foi algo que só ali poderia acontecer e não se poderia generalizar. Mas foi o facto que o Senhor PGR aproveitou para dizer: pegagogia nunca, estado policial, sempre!
Mas nós não estamos para o aturar e às suas pretensões em guardião das escolas no altar da repressão.
A escola deve ser um lugar bonito, com regras que todos terão de cumprir e só em último caso, o poder judicial deverá intervir.
É assim que está a ser, deverá ser asim no futuro; quera o senhor PGR ou não.
Haja Deus!

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Jantar-bebício

O Tatebitate está a envidar esforços no sentido de dar de comer à malta.
Três elementos deste blog, e acima de qualquer suspeita, acordaram a realização de um jantar-bebício para o (re)lançamento deste espaço. Ainda falta a confirmação de uma quarta unidade acima de qualquer suspeita para podermos ter uma Champios League das Parôlas e Pessoalidades, ou quem sabe mesmo um AZ, que sempre nos proporcionou momentos enciclopédicos por banda dos suspeitos do costume.
Agradecemos que os interessados se "inscrevam" pelas vias "oficiais" ou através do e-mail: tatebitate@gmail.com.
Temos, também, que tentar agendar uma data que agrade a gregos e a gregas. Eu, desde já, proponho a data de 3 de Julho, véspera do dia da Cidade.
Se alguém conhecer um organista para abrilhantar o repasto peçem!

Coisas lindas

Eusébio disse: eu penso que o meu amigo scolar...

Irra!

O problema não está em ele não saber dizer SCOLARI!

Está em dizer, eu penso...

Não satisfeito com esta "coisa", vulgo exercício de "pensar", vai daí e adianta: não temos nenhum ponta de lança na selecção - mais coisa menos coisa -!

Outro pensamento de grande profundidade!

Será que nos vai continuar a deliciar com os seus pensamentos, ou acabaram com as declarações do senhor?

Sc(h)olari

Ontem foi dia triste
Foi mesmo fraco, muito fraco, mesmo muito fraco, imensamente fraquinho...
Que não gosto mesmo nada do cidadão já... mas gosto muito do meu "rectângulo" a que carinhosamente chamamos Portugal.
Depois da derrota de ontem, o "manego" lá foi dizendo que o "gramado" - ainda não aprendeu a dizer relvado - estava mau, o árbitro era um malandro - pois que devia estar a fazer um frete porque a Áustria pode jogar com Portugal - , etc, etc, etc.
Em primeiro lugar, nós é que o temos "gramado" sem necessidade nenhuma
Em segundo lugar, não consta que pelos lados da Áustria não haja "apitos"
O "rapazola" ainda não percebeu que a europa a sério é outro andamento
Vai com essa conversa para os "camones das ilhas" e vais direitinho!

Só espero que não seja como uns treinadores cá do burgo que têm sempre lugar reservado

domingo, 15 de junho de 2008

sábado, 14 de junho de 2008

Não haverá por aí uma medalhita perdida?

Este homem não pára de me surpreender, quando julgava já ter visto de tudo vindo deste personagem, eis a nova pérola.
Eu, se fosse o Corto, iniciava desde já uma petição para que fosse dada uma medalhita ao PSL, nem que fosse a de bronze dos 110m barreiras.

Big Match

Bem prega Frei Tomás...

É curioso como para o blog oficial do Tourizense da Solum haja nomeações "apadrinhadas", as dos "outros" (cafés, blogs, etc.), e as nomeações "meritocráticas", as dos "seus" (colaboradores, parceiros de café, etc.).
Força Marques, aquele abraço.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Wash & Go II

Finalmente o Tatebitate desvenda o mistério. Nesta foto está a justificação para a queda capilar do Presidente dos Bicharatos e Não-Presidente Vitalício das Ovelhas, o copo que ele orgulhosamente ostenta, aliás o líquido que este contém.
O Tatebitate adverte que a Super Bock provoca a queda de cabelo.

Wash & Go


O Tatebitate adverte que o (ab)uso de Vodka provoca queda de cabelo.
Clica na foto a atenta no elemento da 3ª fila à direita.

Não, porque sim.

Acabou-se a moscambilha dos Eurocratas.
A construção europeia tem que passar por nós, pelos cidadãos. Já é tempo daqueles que nós elegemos perceberem que estão ao nosso serviço e não ao serviço dos interesses económicos.
O curioso nesta matéria, é que se me tivesse sido dada a oportunidade de me pronunciar sobre o nosso futuro comum eu teria votado sim. Como não foi, digo: Thanks Ireland, venha daí essa Guinness!

Será filho do Lelo Marmelo?

O TIPO já foi D'ANDECA

Ufa

Parecia que nunca mais era. Deu-lhe o sumisso; estava a ver que não!

O capataz, que usa a palavra como chicote ia conseguindo transformar o País "do acordeão, do cantante que fala uma lígua parecida com a nossa e do gajo que leva montes de excursões de gajas atrás", numa imensa favela.

Mas porra, quando o gajo quis substituir a Nossa Senhora de Fátima pela Senhora de Caravaggio, aí irritei-me!

Mas isto aqui é "cabaret da coch(x)a" ou quê?

Mas estou curioso de ver o que é que vai fazer na equipa do russo.

Ainda tive esperança de o ver cá pelo burgo; sempre tínhamos alguma coisa para nos irmos divertindo.

Só que não aparecem envelopes todos os dias nos carros e o capataz "mama" de largueirão!

Até eu já deixai o carro aberto, com mala e tudo, em vários locais da cidade e ainda não houve nenhuma alma caridosa que lá deixasse alguma coisita...pá bucha, bem entendido!!!

Mas voltando ao capataz, com o g(j)eitinho do "minino" ainda acabava por substituir o magnífico. Leva outros para bem longe, mas esse não, digo eu. Precisamos de uma espécie de "relógio omega", sabem, daqueles que não adiantam nem atrasam.

Como dizem por aí uns intelectuais da nossa praça: "prontos; então é assim!

Por hoje é tudo.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Já vais tarde

Para quem tanto ama a "sua" selecção e os seus "mininos", e tem uma "raça" que o idolatra, escolheu uma altura pouco ortodoxa para anunciar o seu futuro. Isto é, para permitir que anunciassem o futuro que escolheu.
Já agora, mister, faz-me outro favor e leva o José Eduardo Simões para teu adjunto de qualquer coisa e o Madaíl também.
P.S. Agora só espero que não escolham para seleccionador o moço de recados do Sir Alex Drunksson. Aí tinhamos a Cavacolândia em todo o seu esplendor! Para completar o ramalhete, escolhiam o Vasco Traça Loura para acessor de imprensa. Irra!

terça-feira, 10 de junho de 2008

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidade Portuguesas

Uma vez mais caiu-lhe a máscara de domocrata com a qual se tenta disfarçar há mais de 20 anos.
Enquanto milhares de compatriotas se exilavam, sem a família, por motivos económicos e/ou ideológicos ele passeava-se pelas ruas de Lourenço Marques, de máquina fotográfica em punho, acompanhado de sua mulher, a retratar um país com um regime que ele não sabia moribundo.
Os Democratas lutaram por um País, ele serviu um regime.
A todos os que o continuam a eleger, dedico um poema de Jorge de Sena.

A Portugal

Esta é a ditosa pátria minha amada. Não.

Nem é ditosa, porque o não merece.

Nem minha amada, porque é só madrasta.

Nem pátria minha, porque eu não mereço

A pouca sorte de nascido nela.

Nada me prende ou liga a uma baixeza tanta

quanto esse arroto de passadas glórias.

Amigos meus mais caros tenho nela,

saudosamente nela, mas amigos são

por serem meus amigos, e mais nada.


Torpe dejecto de romano império;

babugem de invasões; salsugem porca

de esgoto atlântico; irrisória face

de lama, de cobiça, e de vileza,

de mesquinhez, de fatua ignorância;

terra de escravos, cu pró ar ouvindo

ranger no nevoeiro a nau do Encoberto;

terra de funcionários e de prostitutas,

devotos todos do milagre, castos

nas horas vagas de doença oculta;

terra de heróis a peso de ouro e sangue,

e santos com balcão de secos e molhados

no fundo da virtude; terra triste

à luz do sol calada, arrebicada, pulha,

cheia de afáveis para os estrangeiros

que deixam moedas e transportam pulgas,

oh pulgas lusitanas, pela Europa;

terra de monumentos em que o povo

assina a merda o seu anonimato;

terra-museu em que se vive ainda,

com porcos pela rua, em casas celtiberas;

terra de poetas tão sentimentais

que o cheiro de um sovaco os põe em transe;

terra de pedras esburgadas, secas

como esses sentimentos de oito séculos

de roubos e patrões, barões ou condes;

ó terra de ninguém, ninguém, ninguém:

eu te pertenço. És cabra, és badalhoca,

és mais que cachorra pelo cio,

és peste e fome e guerra e dor de coração.

Eu te pertenço mas seres minha, não.


[Jorge de Sena]



quarta-feira, 4 de junho de 2008

Hercúleos Parabéns



O Vetusto Reitor do Magnífico Café Atenas cumpre hoje mais um aniversário.
O Tatebitate, em nome de toda a malta, daqui lhe envia um abraço grande de parabéns.
Conta muitos Amigo, quanto mais não seja para termos alguém a quem azucrinar a cabeça, isto é, o cocuruto.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Dá-lhe Falâncio

Académica reforça interesse em Neto.



Vem tudo aqui: Pardalitos do Choupal (com a devida vénia)