quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Aquilino no Panteão


Pois é, já nem me lembrava dele. Que eresia.

Foi preciso ver no telejornal a notícia de que, fazendo justiça à sua vida, finalmente o iam mudar morto para o Panteão, para me relembrar de que existiu um dia um homem que escreveu um monte de coisas para a minha idade, e ao longo de quase todas as idades que tive e terei.

Escreveu e escreveu bem, digo eu sem qualquer intenção de avaliar o Mestre.

Que a terra te seja leve, ó inquieto cidadão que tudo foste em vida excepto abnegado, talvez por saberes que chegaria a hora em que o serias para sempre independentemente da tua vontade.

Aos meus amigos só digo:

"AQUILINO RIBEIRO ESTÁ MORTO NO PANTEÃO NACIONAL, MAS CONTINUA VIVO NUMA ESTANTE PERTO DE SI"

7 comentários:

Anónimo disse...

meninos eu vi...

Anónimo disse...

o que é que viste?

Anónimo disse...

Eu sei que o homem era republicano e jacobino, mas o ter que gramar o malhadinhas...

o maçon disse...

Então e o Buíça?

PikaMyolos disse...

"o maçon" lembra o Buiça.
Pois eu acho que a história, embora mal contada, não tem forma de o ser melhor, já que de toda a prova se fez fumo a 5/10/1910.

Aproveitaria no entanto para lembrar aqui um actor que nada fez, pelo menos no epísódio que o Boiça prepétuou, e que nada ter feito talvez tenha sido o seu maior crime. Refiro-me a João Sabino, morto à data pela escolta real "sem saber lêr nem escrever" por crime que ignorava.

Fica aqui portanto, em jeito de homenagem, uma palavra de apreço aos muitos Joões Sabinos dos cafés da nossa Aeminium. Não a todos, mas aqueles que sendo mestres da arte de "nada fazer", nada fazem, não por nada por nada saber fazer, mas porque a melhor oportunidade de brilhar na História ainda não lhes surgiu evidente.

Se isto não é fazer jus ao meu nick, estou mais demente do que pensava.

o pedreiro disse...

Agora fiquei baralhado, este post era de homenagem ao Aquilino ou ao Tommy?

PikaMyolos disse...

Eh eh eh!...